Arquivo

Posts Tagged ‘revista womens health’

53 razões para fazer sexo

Muito se engana quem pensa que sexo é bom só na hora. Os benefícios de uma noite (dia, tarde…) quente vão muito além da cama e dos minutos (ou horas…) de duração de uma transa

por Nicole Blades e Marcia Di Domenico

1 –Coloque o coração do seu homem em forma. De acordo com um estudo da Universidade Queens, na Irlanda do norte, homens que fazem sexo três ou mais vezes na semana têm metade do risco de sofrer um ataque cardíaco.
2 –A mesma pesquisa ainda prova que transar regularmente diminui em 50% as chances de ele sofrer um derrame.

3 –Que esteira, que nada. Meia hora de um rala e rola intenso manda embora 200 calorias, o equivalente a 15 minutos de corrida.

4 –Felicidade já. “Durante a transa, estimulamos a produção dos neurotransmissores dopamina e serotonina, que aumentam a sensação de alegria, prazer e bemestar”, afirma o terapeuta sexual Amaury Mendes Júnior, do Rio de Janeiro.

5 –Cheiro de amor. Um estudo publicado na revista americana Science destacou que o sexo aumenta consideravelmente a produção do hormônio prolactina. Ele estimula a geração de neurônios na parte do cérebro responsável pelo olfato, tornando esse sentido mais apurado logo após a relação.

6 –Durma bem. Uma massagem relaxante mais um rala e rola estimulam a liberação de endorfinas que induzem ao sono.

7 –Explore sempre a criatividade. “Quando um casal está junto há bastante tempo, é comum a rotina na cama ficar monótona, mas não é preciso ser assim. Pensar em maneiras de aquecer o relacionamento e falar de sexo exercita a imaginação e incrementa a intimidade entre os parceiros”, diz Eliano Pellini, chefe do setor de sexualidade da Faculdade de Medicina do ABC.

8 –Sexo pode ser o gatilho para o trabalho de parto quando estiver na sua hora. O sêmen contém prostaglandina, hormônio que contribui para a dilatação do colo do útero e induz naturalmente ao trabalho de parto. E, não, não faz mal ao bebê.

9 –Tem mais: no livro Teach Yourself: Training Your Brain (inédito no Brasil), os autores, Simon Wootton e Terry Horne, defendem a tese de que a oxitocina está ligada ainda à capacidade do cérebro de encontrar soluções criativas para dilemas e problemas.

10 – Uma pesquisa da Universidade Yale, nos EUA, afirma que no sêmen existem hormônios responsáveis por alterar o humor. Das 293 mulheres com características depressivas que participaram da pesquisa, as que não costumavam usar preservativo demonstraram melhoras nos sintomas da doença psíquica — uma indicação de que a exposição ao fluido faz bem (desde que com muita responsabilidade!).

11 – Dê sua contribuição naquele momento clube da Luluzinha safado, quando até a pior das experiências a dois vira o assunto mais interessante e garante boas risadas entre amigas.

12 –Também se sabe que o esperma contém zinco, cálcio e outros minerais comprovadamente eficientes no combate a cáries e placa bacteriana. E é nutritivo: cada ejaculação libera ainda uma mistura de vitamina C, proteínas, carboidratos e água.

13 –Sabe aquela história de olhos brilhando quando as coisas vão bem na cama? Pura verdade. “Na transa, o corpo libera estrogênio, o hormônio da feminilidade, que responde pelas formas do corpo, intensifica a beleza e garante a lubrificação vaginal”, diz Amaury Mendes Júnior. Entendeu como uma coisa leva a outra?

14 – A transpiração resultante da ginástica a dois ajuda a desobstruir os poros e eliminar as impurezas pela formação de cravos e espinhas.

15 –Pare o trânsito a bordo do seu biquíni. Como toda atividade física, transar trabalha para valer a musculatura. É das melhores para deixar o abdômen e as coxas sarados e o bumbum durinho.

16 –Durante a troca de fluidos, a mulher fica mais animada porque recebe o hormônio prostaglandina E1, atestam cientistas da Universidade de Albany, nos EUA.

17 – Endocrinologistas das universidades americanas de Columbia e Stanford afirmam que mulheres que fazem sexo pelo menos uma vez por semana têm ciclos menstruais mais regulares do que aquelas que transam de vez em quando.

18 –De quebra, você mantém distância da TPM e investe numa menopausa tranquila. Afinal, o sexo saudável favorece o equilíbrio hormonal e o sossego do seu parceiro.

19 –Caça ao tesouro. Pesquisadores da Universidade de L’Aquila, na Itália, provaram que o ponto G, aquele cuja estimulação é capaz de provocar ondas de prazer indescritíveis, existe mesmo em algumas mulheres. Isso mesmo, você acaba de ganhar mais um motivo para se jogar nessa busca.

20 –Diga adeus ao resfriado. Pesquisadores da Universidade Wikes, na Pensilvânia, nos EUA, descobriram que transar uma ou duas vezes por semana fortalece em 30% o sistema imunológico, pois eleva os níveis de imunoglobina A, um antibiótico natural.

21- “A imunoglobina A é conhecida como o hormônio da afetividade, e sua liberação desencadeia a sensação de confiança entre o casal e aquela vontade de ficar juntinho depois do ato sexual”, acrescenta Amaury Mendes Júnior.

22 –Adie o Botox. No livro Secrets of the Superyoung (inédito no Brasil), o neurofisiologista David Weeks, do Hospital Real de Edimburgo, na Escócia, garante que uma vida ativa sexualmente retarda o envelhecimento e as sessões de agulhadas.

23 –O especialista em fertilidade Harvey Kliman, da Universidade Yale, descobriu que mulheres com orgasmos frequentes sofrem menos de endometriose (quando o tecido de revestimento uterino eliminado pela menstruação passa para outras partes do corpo, como ovários, bexiga e trompas), pois as contrações que ocorrem durante a excitação expelem os fragmentos do endométrio.

24 –O estrogênio liberado na transa responde pelo viço da pele, que recebe mais irrigação sanguínea e fica mais lisa e macia (pense nisso antes de gastar uma fortuna com cremes caríssimos).

25 –Mais, mais! “Quanto mais sexo você faz, maior a possibilidade de continuar produzindo testosterona, hormônio presente no organismo feminino e responsável por detonar o desejo sexual”, avisa Michele Weiner Davis, autora do livro The Sex- Starved Wife: What to do When He’s Lost Desire (inédito no Brasil).

26 –Melhor do que dinheiro. Um estudo recente do National Bureau of Economic Research revelou que um casamento com sexo na rotina é apontado como responsável pelo mesmo grau de felicidade de ganhar 100 mil dólares por ano (em torno de 14 mil reais por mês).

27 –Sinta-se poderosa. A energia que resulta de uma rotina sexual gostosa se espalha por outros campos da vida, e com isso você ganha confiança, disposição, paciência e criatividade para esbanjar no trabalho e na vida social e familiar.

28 –Da mesma forma, conversar sobre o que você gosta (ou não) entre quatro paredes destrói tabus e acaba ajudando na hora de se expressar em outros momentos da vida.

29 –Dor de cabeça não é desculpa. Estudos recentes mostraram que amassos na posição horizontal podem significar alívio da cefaleia.

30 –Você não vai precisar sair na melhor parte do filme para ir ao banheiro. Os movimentos feitos durante o sexo tonificam a musculatura pélvica, que sustenta o útero, a bexiga e o intestino, garantindo a capacidade de controlar a vontade de urinar.

31 –Ame-se. Para a maioria das pessoas, manter um relacionamento estável e saudável contribui para que elas se sintam belas e de bem com o espelho.

32 –Cuide da saúde do seu amor. De acordo com um estudo realizado com 30 mil homens e publicado na revista New Scientist, quanto mais o homem ejacula, menores as chances de ele ter câncer de próstata — aqueles que gozavam 21 vezes por mês mostraram 1/3 a menos de riscos de desenvolver a doença.

33 –Quer motivo melhor para parcelar em cinco vezes no cartão de crédito e sem a menor culpa aquela lingerie incrivelmente sexy e… cara de doer?

34 – Quem usa cuida, e sem muito esforço. O aumento do fluxo de sangue na região pélvica nos momentos de maior excitação mantém a saúde da vagina em ordem.

35 –Apure o paladar. Como nossa sensibilidade é estimulada logo depois do sexo, é bem provável que aqueles morangos com champanhe sejam um grand finale ainda mais especial.

36 –Beija, beija, tá calor, tá calor! Pesquisadores americanos concluíram que a saliva trocada no beijo facilita a digestão e melhora a defesa do organismo.

37 –É combustível para o sentimento quando feito entre pessoas que se gostam e se admiram — não é à toa que chamamos de fazer amor.

38 –Algumas músicas foram feitas para embalar uma noite de sexo — tente Marvin Gaye, Portishead ou Cat Power. Vale estimular todos os sentidos e ter uma experiência sensorial para lá de completa.

39 –No pain, all gain. Imediatamente após o orgasmo, seu corpo estará praticamente inundado de oxitocina, substância que ajuda a aliviar as dores em geral, de cabeça a artrite.

40 –Tela (muito) quente. É uma ótima desculpa para assistir a (e se inspirar em) filmes instigantes a dois, como 9 Canções, Pecados Íntimos e, ok, o clássico 9 1/2 Semanas de Amor.

41 –Uma pessoa em repouso respira 15 vezes por minuto, em média, enquanto em estado de excitação o ritmo sobe para 40 vezes. Assim, o corpo ganha oxigenação, elimina resíduos de gás carbônico e o sangue se renova.

42 –Esqueça flores e presentes: uma boa transa é a melhor forma de fazer as pazes depois de uma briga. Só não vale provocar, hein?!

43 –Rapidinha no avião. Porque são 3 da manhã, a 30 mil pés de altura, e não tem mais nada para fazer por mais algumas horas.

44 –Tamanduás e tatus fazem, corajosos cangurus fazem, libélulas em bambus fazem, centopeias sem tabus fazem, como diria Chico Buarque na versão de Carlos Rennó para a música Let’s do It (Let’s Fall in Love), de Cole Porter. Enfim… façamos!

45 –Antes, durante e depois. “Aprender a brincar desde as preliminares até depois do orgasmo é fundamental para melhorar a qualidade da transa”, diz Carla Cecarello, do Projeto AmbSex — Ambulatório de Sexualidade, em São Paulo.

46 –O clitóris é a única parte do corpo com uma só função: dar prazer. Você não acha que seria um desperdício usá-lo pouco?

47 –Porque você prometeu isso quando casou. Pelo menos foi o que ficou subentendido.

48 –Colocar em prática os resultados dos exercícios de contração da musculatura vaginal (recomendação: três séries de dez por dia) e levar seu homem à loucura.

49 –Ultrapassa a barreira das línguas. Ele fala tcheco. Você é de Campinas. Mas na horizontal vocês vão se entender perfeitamente.

50 –É a prova de que garotas decentes como você também fazem — e gostam. E de que essa é a hora de ser bem malcomportada.

51 –Fortalece o core (abdômen, quadril e região lombar) — assim como o pilates, mas sem o professor perfeccionista.

52 –De que outra forma você imagina que sua performance vai ficar melhor na cama?

53 –Cá entre nós: você realmente precisa de um motivo para transar?

Fonte: Women’s Health

Aproveite para ler:

40 coisas que elas simplesmente DETESTAM na cama!

Confira aqui 100 dicas quentes para atingir uma vida sexual plena

6 maneiras de saber como anda seu relacionamento.

Pratique: Verdade é essencial em todos os relacionamentos.

Aprenda a controlar seu ciúme.

Revista Women’s Health


Revista Women’s Health Setembro 2009
Baixar agora pelo 4shared.com

Ginástica Analgésica

Mais uma bola dentro para o exercício: uma pesquisa do periódico Journal of Physcical Activity and Health mostrou que a ginástica é o melhor remédio contra fibromialgia, doença que atinge mais mulheres do que homens. No estudo, metade das voluntárias praticou atividade física diária e metade ingeriu antidepressivos e analgésicos. Após seis meses, as mulheres do primeiro grupo apresentaram mais resultados positivos em suas capacidades cognitivas e de movimento, além da diminuição da fadiga e da depressão, em comparação com as que tomaram remédios.

Fonte: Women’s Health. Set 2009